Notícias

Compre do pequeno: ‘Consumir produto regional aquece economia’, diz fábrica Devito

Tamanho da Fonte

A- A+

Indústria do interior de SP auxilia na alimentação de profissionais da saúde durante pandemia

Por: Frente Parlamentar | 06/11/2020

O consumo de produtos regionais ajuda a aquecer a economia local”, ressaltou, nesta quarta-feira (20), o gerente administrativo da fábrica Refrigerantes Devito, Lucas Hercules Devitto. Em entrevista ao Portal de Bebidas Brasileiras, o empresário de bebidas destacou a participação das indústrias para o desenvolvimento regional e explicou como a empresa, que está localizada em Catanduva, a cerca de 385 quilômetros de São Paulo, se articulou para enfrentar a crise provocada pela pandemia.

Associada à Afrebras (Associação dos Fabricantes de Refrigerantes do Brasil) e apoiadora da Frente Parlamentar Mista Bebidas Brasil, a indústria paulista fortalece a campanha “compre do pequeno”. Iniciada em abril, com apoio da entidade, a mobilização busca reforçar a importância da valorização de pequenas e médias empresas de bebidas regionais, principalmente durante a pandemia da Covid-19.

>> Clique aqui e leia reportagens da campanha “Compre do pequeno”!

A campanha, segundo Devitto, vem ajudando a promover união de consumidores em prol do comércio local. De acordo com ele, a fábrica aproveitou os efeitos da mobilização ao firmar parcerias com restaurantes, lanchonetes e casas de carnes, que passaram a dedicar-se ao delivery para enfrentar efeitos dos decretos publicados para conter o avanço do vírus no país.

Turbulência

Com o isolamento social da população e o fechamento do comércio, previstos em decretos governamentais, a fábrica precisou refazer todo o planejamento financeiro com intuito de preservar ao máximo o fluxo de caixa. Além de diminuir despesas operacionais, como horas extras, premiações, gratificações e abonos, a empresa também teve de suspender contratos de funcionários.

“Tivemos de diminuir estoques e também o mix de produtos. Passamos a priorizar apenas as bebidas mais rentáveis”, conta o gerente da fábrica. Na opinião do administrador da indústria, as medidas provisórias do governo federal foram benéficas no auxílio de enfrentamento à crise por parte da indústria.

Segundo Devitto, o período mais difícil enfrentado pela fábrica foi de maio a junho deste ano, quando o faturamento do negócio teve o pior declínio. “Nessa época, o fechamento do comércio atingia o seu momento mais drástico, a ponto de os vendedores dos refrigerantes Devito terem de encerrar mais cedo suas rotas, por não terem mais quem visitar”, lembra o diretor. De acordo com ele, empresa teve de utilizar parte de sua “reserva de emergência” e direcionar os esforços para atender aos supermercados.

Na avaliação de Lucas Devitto, o bom relacionamento da indústria com supermercados foi fator importante para o enfrentamento das piores fases durante a pandemia. Para atingir o que classifica como “ponto de equilíbrio”, Devitto afirma que a confiabilidade, tradição e força da marca foram essenciais para garantir um faturamento razoável.

“Além de contribuir com os próprios comerciantes locais, o consumo ajuda a aquecer a economia regional. O dinheiro arrecadado é reinvestido na mesma região, proporcionando uma melhor qualidade de vida para todos que ali residem”, assevera o gerente da Devito.

Campanha e auxílio à saúde

A indústria fortaleceu, nas redes sociais, a mobilização pela valorização de marcas regionais. Segundo o gerente administrativo da empresa, a ação foi bem aceita pelos consumidores locais, que acenaram positivamente com mensagens de apoio à campanha. Segundo o administrador da fábrica, isso resultou na alta em vendas de combos promocionais que, a partir de parcerias comerciais, incluíam as bebidas Devito.

Além de reforçar a campanha para sobrevivência de empresários brasileiros durante a pandemia, a fábrica Refrigerantes Devito dedicou esforços na prevenção contra a Covid-19. A empresa auxiliou na aquisição e distribuição de máscaras de proteção e também cedeu, gratuitamente, bebidas da marca com lanches para profissionais da saúde que desbravam uma luta para salvar vidas infectadas pelo vírus.

“Os profissionais da saúde, exaustos, têm, naquele instante, durante o intervalo do expediente, um momento de paz, integração social e satisfação. Isso contribui para revigorar suas forças para que voltem ao trabalho e continuem o combate a Covid-19, e a Devito estava lá para ajudar”, ressalta Lucas Devitto.

Cumprindo o importante papel social de fábricas regionais, a indústria também reforçou a campanha do “outubro rosa” na internet. A ação foi destacada no Portal de Bebidas Brasileiras este mês.