Notícias

Fábrica dos refrigerantes Xereta consolida exportações de bebidas para 13 países

Tamanho da Fonte

A- A+

Indústria Refrix Envasadora cultiva legados que enriquecem tradição de 50 anos da marca

Por: Frente Parlamentar | 18/11/2020

A fábrica Refrix Envasadora, que produz os refrigerantes Xereta, em Tietê, a cerca de 120 quilômetros de São Paulo, vem consolidando o alcance de mercado com  exportações. No intervalo de um ano, a empresa, além de comercializar em território brasileiro, passou a distribuir suas bebidas ao continente africano, e agora fortalece ainda mais as vendas internacionais, que já contavam com a participação de Europa, América do Sul, América do Norte e Ásia.

Associada à Afrebras (Associação dos Fabricantes de Refrigerantes do Brasil), a indústria completou 50 anos de história em 20 de outubro deste ano. A fábrica paulista trabalha com mais de 200 produtos e mantém relações comerciais com os Estados Unidos, Portugal, Inglaterra, Japão, Emirados Árabes, Paraguai, Uruguai, Panamá, Peru, Chile, Equador, Senegal e Venezuela.

Linha refrigerantes Xereta, produzidos pela fábrica Refrix Envasadora – Foto: Divulgação

Produtos e legados

A empresa produz refrigerantes nos sabores guaraná, tubaína, maçã, laranja, limão, abacaxi, cola, uva e framboesa, envasadas em embalagens PET de 2LT, 350ML e 530ML. A indústria também fabrica sucos, chás e energéticos.

A qualidade dos produtos desenvolvidos pela Refrix conquista cada vez mais o gosto do público nacional e no internacional, de acordo com diretores. A fábrica recebeu, consecutivamente, por três vezes, a prata no concurso Os Melhores Sabores do Brasil, com a Tubaína Xereta.

Refrigerante Xereta sabor tubaína foi premiado no concurso Os Melhores Sabores do Brasil 2019 – Foto: Divulgação

O diretor da indústria, Paulo Roberto Schincariol, pondera que, para manter o sucesso do negócio, a empresa cultiva legados que fazem parte da história do negócio, com destaque para ética, respeito e inovação. Segundo o empresário de bebidas, a fábrica prioriza o cumprimento das obrigações legais, sociais e ambientais, a retidão no trato com pessoas e negócios e a busca por soluções novas e diferenciadas para quebrar paradigmas.

“A longevidade da Refrix não seria possível sem o envolvimento e dedicação da equipe de colaboradores e distribuidores nos diversos canais de venda. Também não seria possível sem nossos consumidores, que além de consumir os produtos divulgam nossas marcas”, ressalta ele.

Investimentos constantes

“Ao longo de nossa história, não paramos de investir. Fizemos constantes aquisições de novas máquinas e equipamentos, reformas e ampliação da planta e também houve a renovação de toda a frota de veículos”, destaca Schincariol.

>> Compre do pequeno: ‘Temos produtos de qualidade com preço justo’, diz Refrix 

De acordo com ele, a companhia projeta investir em novos equipamentos para a linha de produção, estrutura predial e também na infraestrutura de tecnologia para melhoraria dos processos. “Todos esses investimentos têm como objetivo melhorar os processos fabril, para oferecermos produtos de alta qualidade aos consumidores”, pondera o diretor dos refrigerantes Xereta.